Limpa fossa em tanques e poços de recalque, serviços realizados com caminhão auto vácuo equipado com tanque de 7m³ e 12m³. Limpeza de fossas negras, sépticas, caixas de gordura, caixas de decantação, poços de recalque, lama betonítica, esgotamento de inundação, limpeza e raspagem de todos os resíduos e detritos acumulados nas paredes internas das tubulações eliminando odores provocados por gases. Atendimento imediato para residências, condomínios, comércio e indústrias.

Fossa séptica em Alphaville, Granja viana e Tamboré
A fossa séptica é um tanque impermeável onde os esgotos brutos (não tratados) permanecem por algumas horas, antes de serem lançados no solo ou numa rede de coleta. Nele, microrganismos existentes naturalmente nos esgotos, mineralizam parte da matéria orgânica, gerando lodo (que deve ser retirado, pelo menos, uma vez ao ano), gases, escuma e efluente.

Fossa seca:
Quando não existe água encanada na residência (o que é comum na zona rural), as fezes são então lançadas diretamente num buraco escavado no solo. O fundo da fossa seca ou "casinha" como é chamado, deve ficar pelo menos, 1,5m acima do lençol freático, pois, quando a água o atinge, a fossa seca passa a constituir-se numa fossa negra, o que deve ser evitado sempre que possível. O piso (ou tampa do buraco) deve ser construído em concreto armado, dotado de um orifício que pode conter um assento improvisado de madeira (como na foto da direita) ou não. O tubo preto serve para reduzir o mau cheiro, o que se consegue, também, com o lançamento esporádico de cal e até pó de café. A fossa deve ficar afastada 30 m do poço e num nível abaixo.

Fossa absorvente:
Quando o terreno é muito permeável, como nas casas de praia, por exemplo, os esgotos podem ser lançados numa fossa absorvente ("sumidouro"), feita com tijolos separados, como no croqui. O marco é necessário para a sua posterior localização, para um possível reparo. A tampa é de concreto armado e a brita em torno do poço facilita a penetração da água no solo.

Campo de absorção:
Outra solução para os solos permeáveis é o campo de absorção que pode se constituir num excelente projeto de irrigação sub-superficial. O esgoto deve passar, antes, por uma fossa séptica e por uma caixa de distribuição.

Fossa de pedra:
Quando o solo é impermeável, uma solução é a construção de uma fossa de pedra que, como o nome diz, é uma cova cheia de pedras de mão tipo seixo rolado. Os esgotos devem, antes, passar por uma fossa séptica. Uma grande limitação dessa solução é o pouco espaço que é ocupado pelo efluente, que vai se infiltrando aos poucos (muito lentamente) no solo em volta. Microrganismos que se desenvolvem na superfície das pedras (zoogléia, que se alimentam do esgoto) são a justificativa para a sua presença.

Campo de infiltração:
O campo de infiltração ou trincheira filtrante é uma solução individual para o lançamento dos esgotos domésticos nos terrenos impermeáveis ou pouco permeáveis. Assim como no campo de absorção as manilhas utilizadas nos coletores não devem se tocar nas extremidades, ou seja, devem ficar afastadas uma da outra da ordem de 6 mm, a fim de facilitar a passagem dos esgotos para o solo.

Uma alternativa barata, prática e inteligente para esta solução é mostrada no croqui à direita onde, em vez de se construir uma vala para o distribuidor e outra para o coletor, ambos ficam alinhados na mesma vala. Entre os dois, uma camada de areia (com diâmetro efetivo entre 0,3 e 0,6 mm) de 60 a 70 cm de espessura.

 
Home | Desentupimento | Limpa Fossa | Hidrojateamento | Dedetização | Links 

Desentupidora Esgotécnica em Alphaville e Granja Viana - Barueri SP

Alphaville Comercial - Barueri SP - PABX 11 4191-8000 / 3925-1000 - Atendemos São Paulo e Grande SP